Redução de estômago é solução definitiva para emagrecer?

Por


Postado em 29 de August de 2016


perder peso rápidoOlá pessoal, tudo bem?

Passamos por uma intensa semana, repleta de perguntas sobre dieta e emagrecimento, nas quais o que mais me impressionou foi busca por atalhos, o imediatismo e perda de peso a curto prazo.  Quero deixar bem claro que não estou fazendo julgamento de nada, até porque algumas vezes me pego com tais pensamentos. Esta é apenas uma autoanálise, do quanto não nos lembramos que certos “atalhos” nos tornam refém, e que é necessária uma verdadeira mudança no estilo de vida para que as coisas realmente funcionem.

A cirurgia bariátrica vem sendo apresentada, em algumas ocasiões, como a “solução ideal” para casos de obesidade grau III. Veja bem, a recomendação é para pacientes com índice de massa corporal (IMC) igual ou maior que 40, ou igual ou maior que 35, caso ele tenha comorbidades associadas à obesidade, como diabetes, hipertensão, dislipidemias, entre outras. E mesmo assim, é necessário acompanhamento multidisciplinar do paciente e uma série de exames para saber se a cirurgia possui maiores riscos.

Depois dela, o paciente precisará de um acompanhamento pois sua alimentação será gradual (dos líquidos até chegar nos sólidos). Ou seja, até mesmo a cirurgia dita como “ milagrosa “ precisa de mudanças no estilo de vida. Conheço algumas pessoas que voltaram a engordar após a cirurgia pois não fizeram uma reeducação alimentar e nem deram valor aos exercícios.

Então pessoal, ao invés de tomarmos Shakes, que tal combinarmos os alimentos em harmonia? Ao invés de buscarmos os suplementos da moda, que tal extrairmos os macro e micronutrientes dos alimentos? Ao invés de cairmos direto nas dietas da moda, que promovem o emagrecimento rápido, que tal a boa e velha reeducação alimentar?

Não se esqueçam que comida saudável também mata a fome. Deixemos de lado os caminhos curtos que não se sustentam, a natureza está aí, nos presenteando com muita “comida viva” de qualidade.

Mude-se. Moovup-se.